Baja UFMG é pentacampeã em competição da região Sudeste

 

 

    Na Competição Baja SAE Brasil – Etapa Sudeste (realizada entre os dias 24 e 26 de agosto), a equipe Baja UFMG conquistou seu pentacampeonato.  A competição aconteceu na Escola de Engenharia de Piracicaba em São Paulo. O grupo alcançou os primeiros lugares em apresentação de projeto, manobrabilidade, suspensão, o segundo lugar em aceleração e velocidade máxima, terceiro lugar no enduro de resistência.

    Participaram 33 equipes de universidades dos quatro estados do Sudeste. Completaram o pódio as equipes mineiras da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG).

    O objetivo desse tipo de competição é propor a construção de protótipos de veículos off-road capazes de superar obstáculos. Para participar do programa Baja SAE, a equipe deve desenvolver um veículo off-road desde a concepção e projeto, até a construção e testes. Os veículos criados pelas equipes passam por várias provas nas quais são avaliados o projeto, o desempenho e a resistência do protótipo.

Círculo virtuoso


“Alçamos um círculo em que uma equipe desenvolve um carro campeão, e esse veículo ajuda a treinar uma nova equipe campeã”, pontua o professor de Engenharia Mecânica Fabrício Pujatti, orientador do projeto. Para ele, o título alcançado é fruto de um trabalho realizado há muitos anos pelos alunos que passaram pela equipe: “O resultado que colhemos agora também é fruto das gerações anteriores. O grande diferencial que vejo é conseguir consolidar a transmissão de conhecimentos entre alunos veteranos e os calouros, que passam por treinamento e são rapidamente integrados à equipe”, analisa o professor.

    A equipe Baja UFMG é formada por 28 alunos dos cursos de Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Controle e Automação e Engenharia de Produção. Antes de trabalharem com os protótipos, os estudantes acompanham aulas teóricas e práticas, nas quais aprendem o funcionamento de uma oficina, para então desenvolverem os veículos, “do computador ao enduro de resistência”, afirma Fabrício Pujatti.

    Além de conquistar o pentacampeonato na disputa regional de Baja, a equipe da UFMG ocupa consecutivamente os primeiros lugares da edição nacional desde 2015, tendo inclusive participado da competição internacional  Baja SAE Kansas em maio. Em 2013 a equipe alcançou o seu melhor resultado internacional, ficando em quinto lugar no Baja SAE Rochester. Passadas as competições de 2018, a Baja UFMG dedica-se agora aos estudos para aperfeiçoar o protótipo para as competições do ano que vem.

Escrito por Dalila Coelho

Fechar Menu